Trabalho temporário cresceu 50% nos últimos cinco anos

Para 2019 e 2020, o mesmo estudo prevê que a tendência de crescimento se mantenha, tanto a nível de trabalhadores como em volume de negócios, ainda que a um ritmo mais baixo do que nos anos anteriores. Em 2018, as empresas portuguesas de trabalho temporário viram a facturação aumentar 6,1% para os 1.350 milhões de euros. Uma tendência que resultou no aumento de 50% deste tipo de trabalho. No final do ano de 2018 existiam 220 empresas autorizadas para operar neste sector. Do total, 106 estão sediadas em Lisboa e 74 na zona Norte. Em 2017, em termos de facturação, as cinco maiores empresas conseguiram uma quota de mercado conjunta de 40%. No mesmo ano, eram 99.823 os trabalhadores de empresas de trabalho temporário.

Please Login to Comment.