Estado encaixa 167 milhões com taxas dos vistos gold

Em sete anos, o Estado ganhou mais de 167 milhões de euros, em média 24 milhões por ano, com a emissão e a renovação dos vistos gold. Os valores das taxas – repartidos pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) e o Fundo para as Relações Internacionais do Ministério dos Negócios Estrangeiros – resultam de mais de 19 mil vistos emitidos e de mais de 17 mil actos de renovação, suficientes para segurar em Portugal pouco mais de dois terços dos investidores e famílias. Até Março deste ano, houve 19 704 vistos gold aprovados em Portugal. Os títulos, renováveis ao fim do primeiro ano e depois a cada dois anos, conheceram, no mesmo período, 17.242 actos de renovação.

Please Login to Comment.