Fosun passa a controlar a britânica Thomas Cook

A Fosun, maior accionista do BCP e dona da seguradora Fidelidade, vai ficar com uma participação de 75% após a reestruturação da Thomas Cook, o mais antigo operador turístico do Reino Unido, que receberá do accionista chinês uma injecção de capital de 450 milhões de libras, ou 497 milhões de euros ao câmbio actual. O acordo de recapitalização permitirá ainda à Fosun passar a deter 25% da companhia de aviação do grupo britânico. Actualmente a Fosun detém cerca de 18% do grupo Thomas Cook. Em 2018, a Thomas Cook facturou o equivalente a 10,6 mil milhões de euros. Tem cerca de 22 milhões de clientes por ano e soma 21 mil trabalhadores.

Please Login to Comment.