Voos no Montijo prometem 5600 empregos indirectos já em 2022

A abertura do Montijo aos voos civis permitirá criar 800 empregos indirectos por cada milhão de passageiros. Isto significa que no primeiro ano de operação desta infra-estrutura, que nasce para aliviar a esgotada Portela, o tecido empresarial da Margem Sul do Tejo fará um reforço de 5600 postos de trabalhos. Os números juntam-se aos cinco mil empregos prometidos pela ANA para o novo aeroporto e que duplicarão quando o aeroporto complementar ao Humberto Delgado estiver em velocidade de cruzeiro.

Please Login to Comment.