Parpública defende que “magnitude dos prejuízos” obriga a mudanças na relação com TAP

A Parpública, sociedade estatal que detém 50% da TAP – Transportes Aéreos Portuguesa, assume, no relatório e contas relativo ao primeiro semestre de 2019, que são necessárias mudanças na relação com a gestão e no acompanhamento que é feito pelo accionista Estado à empresa, nomeadamente ao nível do conselho de administração, depois dos prejuízos superiores a 100 milhões de euros. Parpública é dona de 50% da TAP, mas não assegura a gestão, que está nas mãos dos privados – e, ao contrário da TAP, que mergulhou nos prejuízos, o Grupo Parpública teve lucros de 46,5 milhões de euros no primeiro semestre, distinto das perdas de 13,9 milhões do mesmo período no ano anterior. A Atlantic Gateway, de David Neeleman e Humberto Pedrosa, é detentora de uma posição de 45% da empresa de aviação, estando os restantes 5% nas mãos de trabalhadores.

Please Login to Comment.