Investimento de 50 milhões vai permitir ao Alqueva ter o maior projecto fotovoltaico flutuante da Europa

O investimento de 50 milhões de euros em dez unidades de energia solar a instalar nos espelhos de água que dão suporte ao sistema de rega e que irão produzir 90GWh/ano vai permitir ao Alqueva ter o maior projecto fotovoltaico flutuante da Europa. Esta foi a solução encontrada pela Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva (EDIA) para fazer face aos custos elevados que a EDP cobra pelo fornecimento de energia às centrais hidroeléctricas de Alqueva e Pedrógão que o mega sistema de rega consome para levar água aos 120 mil hectares de regadio a que, até 2025, irão somar-se mais 50 mil hectares. Com uma produção estimada em 90GWh/ano, a energia obtida pelo conjunto destas centrais fotovoltaicas seria suficiente para abastecer cerca de dois terços de toda a população do Baixo Alentejo.

Please Login to Comment.