Novo recorde na concentração de gases de efeito estufa

A concentração média de dióxido de carbono atingiu 407,8 partes por milhão em 2018, mais 0,56% do que em 2017 e mais 146% em relação à época pré-industrial (1750). A agência das Nações Unidas avançou ainda que o metano – outro dos gases que provocam efeito estufa – atingiu uma concentração na atmosfera de 1,86 partes por milhão, também um máximo histórico que chega a 259% dos níveis da era pré-industrial. As gerações futuras terão de enfrentar consequências cada vez mais graves das alterações climáticas.

Please Login to Comment.