Orçamento de 2020 tem mais 700 milhões de euros para bancos falidos

Os contribuintes portugueses já pagaram directamente 18,3 mil milhões de euros em ajudas aos bancos entre 2008 e 2018, segundo revelou o Tribunal de Contas (TdC), no parecer à Conta Geral do Estado de 2018 (CGE2018). Este valor astronómico equivale a 9% do produto interno bruto (PIB) anual, mas a factura não vai ficar por aqui. Os apoios aos bancos nesta década em análise (directos e indirectos, como os juros) superam na verdade 21 mil milhões de euros. Este valor dava e sobrava para pagar todas as pensões durante um ano. No novo Orçamento de 2020 (OE2020), o Governo vai voltar a pedir ao Parlamento permissão para poder gastar mais 704,2 milhões de euros com os dois mesmos universos BANIF e BPN.

Please Login to Comment.