Portugal sem controlo nos vistos gold

Transparência e Integridade fala em “negócio de venda de carimbos descontrolado”. Os vistos gold estão a ser atribuídos com verificação mínima de requisitos e para países com alto risco de corrupção e branqueamento de capitais. A denúncia é da Associação Cívica Transparência e Integridade (TI) com base em dados do Ministério da Administração Interna (MAI), entregues após ordem do Tribunal Administrativo de Lisboa. No documento em que o SEF adianta que, em oito anos (de 2012 a Novembro de 2019), entregou 8125 vistos gold e recusou 414 pedidos, há números que preocupam a TI, como o facto de haver 74 vistos atribuídos a cidadãos angolanos. Portugal visto como um caixote do lixo.

Please Login to Comment.