10% das pontes e 62% das linhas de comboio precisam de investimento urgente

Auditoria do Tribunal de Contas traça quadro insatisfatório das infra-estruturas nacionais. Na ferrovia, apenas 11,3% das linhas estão em bom estado e não vão precisar de qualquer intervenção nos próximos anos. Pontes, viadutos, estradas e linhas de comboio precisam de investimento urgente. O principal problema está nas linhas de comboio. O estado de condição de 62,2% da via ferroviária é inferior a satisfatório. Os resultados dos indicadores evidenciam risco material de inoperacionalidade de infra-estruturas de transportes. Dentro da ferrovia, há 27,9% dos túneis que também estão abaixo do nível satisfatório; o mesmo acontece com 13,7% das pontes ferroviárias. Também é chamada a atenção para as condições da sinalização, do sistema de controlo de velocidade (Convel) e ainda dos aparelhos de via.

Please Login to Comment.