Governo adia impostos e pagamento de 2/3 das contribuições para o segundo semestre

Com o objectivo de melhorar a liquidez das empresas, o governo anunciou o adiamento de dois terços das contribuições pagas à Segurança Social para o segundo semestre e o adiamento da entregas de IVA, IRC e IRS. O Governo aprovou um decreto-lei que flexibiliza “o pagamento de impostos e contribuições sociais” e suspende até 30 de Junho de 2020, os processos de execução fiscal em curso ou que venham a ser instaurados pela Autoridade Tributária e pela Segurança Social”, de acordo com o comunicado do Conselho de Ministros. Por outro lado, “nos meses de Abril, Maio e Junho, a entrega do IVA e as entregas de retenção na fonte de IRS e IRC podem ser liquidadas em 3 ou 6 pagamentos fraccionados”

Please Login to Comment.