Ryanair recusa voar se forem impostas regras de distanciamento “idiotas”

Ryanair diz que a medida de fazer voos sem passageiros no assentos do meio não tem efeitos benéficos e irá destruir o modelo de negócio da companhia aérea. “Não podemos ganhar dinheiro com 66% de taxa de ocupação. Os aviões da Ryanair não voltarão a descolar se a companhia aérea “low-cost” for obrigada a deixar os assentos do meio dos seus aviões vazios para cumprir as regras de distanciamento social “idiotas” nos voos, As companhias aéreas europeias deveriam seguir a sugestão da Ásia e impor diferentes medidas de segurança, como forçar os passageiros a usar máscaras ou verificar a temperatura nos aeroportos. A Ryanair transportou mais de 152 milhões de pessoas no ano passado, colocando-a no topo da tabela das companhias aéreas europeias.

Please Login to Comment.