Crédito malparado da banca portuguesa recua 2,9% no 1.º trimestre

O crédito malparado dos bancos portugueses recuou 492 milhões de euros (-2,9%) no primeiro trimestre deste ano face ao trimestre anterior, ainda assim, representa uma diminuição menos intensa do que no período homólogo de 2019, divulgou o Banco de Portugal (BdP). A redução nos particulares resultou de uma diminuição de 148 milhões de euros na habitação e de um aumento de 126 milhões de euros no consumo e outros fins. No primeiro trimestre, o activo total do sistema bancário português aumentou 1,1%, sobretudo devido à subida da exposição a títulos de dívida (2,7%), incluindo títulos de dívida pública (1,9%) e títulos emitidos por SNF (6,3%), e, em menor grau, ao aumento dos empréstimos a instituições de crédito (12,0%) e a clientes (0,4%).

Please Login to Comment.