Lay-off simplificado leva custo do trabalho a subir 13,5% no segundo trimestre

Portugal registou um acréscimo homólogo do índice de custo do trabalho superior à média da União Europeia, que é de 6,5%. “Esta evolução resultou da conjugação do decréscimo de 0,7% no custo médio por trabalhador com a redução de 12,2% no número de horas efetivamente trabalhadas por trabalhador”, explica o INE. As duas principais componentes dos custos do trabalho por hora efetivamente trabalhada – custos salariais e outros custos – aumentaram 15,2% e 5,4%, respetivamente, em relação ao mesmo período do ano anterior. De acordo com o INE, Portugal registou um acréscimo homólogo do ICT superior à média da União Europeia, que é de 6,5%. No primeiro trimestre de 2020, o ICT tinha crescido 7,7%

Please Login to Comment.