Em seis meses, pandemia destrói quase metade do emprego criado em seis anos na Zona Euro

O impacto económico da pandemia originou a perda de 4,996 milhões empregos entre os 19 países que compõe a Zona Euro, nos primeiros seis meses deste ano. Quase metade dos cerca de 12 milhões de postos de trabalho que foram acumulados desde a crise de dívida soberana, nos últimos seis anos. Desde o segundo trimestre de 2014, quando o emprego da região começou a dar sinais de retoma dos resquícios da crise de dívida dos países do Sul da Europa – que levou à explosão das taxas de juro nos países da chamada periferia – a região foi capaz de criar 12,161 milhões de novos empregos até ao final do ano passado.

Please Login to Comment.