OCDE diz que economia mundial vai contrair 4,2% em 2020, recuperando 4,2% e 3,7% nos anos seguintes

China vai concentrar um terço do crescimento mundial em 2021 e é a única das principais economias a terminar 2020 com nota positiva. Zona euro sofre uma quebra de 7,5% este ano, e nos seguintes terá, tal como os Estados Unidos, “um contributo menor do que o seu peso na economia mundial” no que toca à recuperação. Em sentido inverso, a entidade reviu em baixa as previsões de crescimento da economia mundial em 2021, apontando agora para 4,2%, bastante abaixo da projeção de 5% divulgada em Setembro, apontando para uma nova recuperação de 3,7% em 2022.

Please Login to Comment.