EasyJet pede ao Governo que não aumente taxas aeroportuárias para o Reino Unido

A easyJet pediu ao Governo português que não aumente as taxas aeroportuárias para os voos do Reino Unido por causa do ‘Brexit’, alertando que pode estar em causa a “conetividade” de Portugal, segundo uma carta divulgada pela transportadora. Para a easyJet, um ‘Brexit’ sem acordo “resultará, de facto, na alteração das taxas de tráfego aéreo para fora da UE nos voos de e para o Reino Unido, com um consequente aumento das taxas aeroportuárias e, assim, comprometendo o desenvolvimento da conectividade europeia relativa às viagens aéreas”.

Please Login to Comment.