26% das empresas sofrem “incumprimentos significativos” em 2020

Quase 30% das empresas portuguesas sofreram “incumprimentos significativos” em 2020, apesar das injeções de liquidez e dos estímulos fiscais para atenuar os efeitos económicos da covid-19, segundo um estudo promovido pela Crédito y Caución e pela Iberinform, tendo as medidas adotadas nos primeiros meses do Estado de Emergência obrigado 74% das empresas a reduzir a sua atividade produtiva e comercial. Nesse contexto de excesso de capacidade, 58% das empresas portuguesas sentiu uma deterioração dos níveis de solvência dos seus clientes aos longo de 2020, sinaliza o estudo.

Please Login to Comment.