Emigrantes na Suíça mandaram mais dinheiro do que os “franceses” em 2020

As remessas dos emigrantes caíram 1,3% no ano passado. Apesar da crise provocada pela pandemia, os estrangeiros a viver em Portugal conseguiram enviar mais dinheiro (1,6%) para os seus países. O valor das remessas dos emigrantes diminuiu 1,3% em 2020, para 3.612,9 milhões de euros, interrompendo a tendência crescente que durou uma década. Ainda assim, é o terceiro maior valor de sempre, apenas superado pelo registo de 2019 e de 2001. Outra novidade, segundo os dados do Banco de Portugal é que, com uma subida de 4,9%, o dinheiro proveniente da Suíça (1037 milhões de euros) superou, pela primeira vez, o enviado pelos emigrantes em França: 1.036,6 milhões, -5,2% do que no ano anterior. Em conjunto, pesam 57% do total.

Please Login to Comment.