Ryanair regista perdas de 47% no primeiro trimestre fiscal

A companhia aérea irlandesa de baixo custo Ryanair perdeu 272,6 milhões de euros no primeiro trimestre fiscal (Abril-Junho), mais 47% do que em igual período no ano passado. A empresa com sede em Dublin indicou que a pandemia de covid-19 continua a ‘causar estragos’ no sector apesar de as vacinas e a introdução de certificados digitais na União Europeia terem impulsionado ‘com força’ as reservas para o verão. A Ryanair assinala que o trânsito de passageiros aumentou 7,6% no primeiro trimestre, relativamente a 2020, até aos 8,1 milhões de euros elevando a faturação a 196%.

CategoriasSem categoria