Dívidas do Estado com mais de 90 dias triplicam em seis

O compromisso do Governo de diminuir o montante em dívida há mais de 90 dias aos fornecedores do Estado, que até foi apresentado como uma medida de apoio às empresas no início da pandemia, não tem tido cumprimento e, segundo um conjunto de associações empresariais, dá um mau exemplo ao tecido produtivo português. O montante em dívida pelo Governo aos seus fornecedores há mais de 90 dias cresceu para 665 milhões de euros no final de julho, um número superior ao assinalado aquando da chegada da pandemia a Portugal, destacou em comunicado o “Compromisso Pagamento Pontual”.

CategoriasSem categoria