EasyJet rejeitou proposta de aquisição

Companhia aérea quer levantar capital para financiar a recuperação para níveis pré-pandémicos que poderá ser mais demorada do que anteriormente previsto. A EasyJet, companhia aérea low-cost, recebeu e rejeitou uma oferta de aquisição, revelou. Apesar de essa proposta não avançar, admite que vai precisar de levantar capital – perto de 1, 4 mil milhões de euros – para fazer face a uma eventual recuperação da atividade mais lenta do que anteriormente esperado. A low-cost britânica pretende angariar 1,2 mil milhões de libras, perto de 1,4 mil milhões de euros (no câmbio atual), um montante que, diz, vai permitir adquirir slots (faixas horárias) que estão disponíveis em alguns aeroportos, nomeadamente no leste europeu.

CategoriasSem categoria

Please Login to Comment.