Mais de 40 mil trabalham sem salário, mais 142% do que antes da pandemia

Há mais de 40 mil pessoas em Portugal a trabalhar sem salário. Número traduz um aumento de 142% face ao segundo trimestre de 2019, antes da pandemia. Quatro em cada dez trabalhadores efectivamente despedidos no primeiro trimestre deste ano vêm das indústrias transformadoras. É preciso recuar uma década, até ao último trimestre de 2010, para encontrar um número superior de pessoas a trabalhar sem qualquer remuneração – ou pelo menos que seja declarada. No primeiro trimestre de 2020, ainda antes da pandemia chegar a Portugal, havia 14,3 mil pessoas sem remuneração, indicam os dados do Instituto Nacional de Estatísticas (INE).

CategoriasSem categoria

Please Login to Comment.