Portugal é dos mais expostos a risco de falências

Os apoios públicos concedidos às empresas para ajudar a resistir à crise gerada pela pandemia de covid-19 foram fundamentais para segurar o emprego. Mas agora podem trazer outros problemas. Portugal está particularmente exposto ao risco de falências, conclui o estudo publicado pelo Bruegel. Portugal é um dos países da União Europeia mais expostos ao risco de sofrer uma vaga de falências, no pós-pandemia, à medida que os apoios forem sendo retirados. A conclusão resulta do estudo “Covid-19 financial aid and productivity: has support been well spent?” publicado pelo Bruegel, “think tank” especializado em assuntos europeus.

CategoriasSem categoria

Please Login to Comment.