Receita fiscal do IVA foi das que mais caíram na OCDE

Portugal está entre os países da OCDE que em 2020 registaram maior quebra da carga fiscal do IVA, segundo dados preliminares de receitas fiscais relativos publicados ontem. O peso do IVA recolhido pelo fisco no PIB nacional recuou cinco décimas, naquela que foi a segunda maior descida de entre 38 países do grupo. Só a Irlanda – cuja carga fiscal global diminuiu – teve maior redução de receitas de imposto sobre o consumo medidas relativamente à riqueza do país. A carga fiscal do IVA irlandês diminuiu um total de nove décimas. Além de Portugal, Colômbia e Eslovénia tiveram igualmente reduções em 0,5 pontos percentuais.

CategoriasSem categoria

Please Login to Comment.