Portugal quer reforço do registo de beneficiário efetivo

Organização não-governamental apresenta caderno de encargos para as legislativas de 2022, com medidas para combater a criminalidade económico-financeira e aumentar o escrutínio. A Transparência Internacional Portugal avança com o caderno de encargos para as legislativas, que incluem o reforço da eficácia e utilidade do Registo Central de Beneficiário Efetivo e a publicitação das reuniões mantidas pelos gabinetes ministeriais e grupos parlamentares. A ideia “é propor algumas medidas que os partidos podem incluir ou nos seus manifestos eleitorais ou as práticas depois das eleições, naquilo que é o seu funcionamento ou nos grupos parlamentares ou no governo”.

CategoriasSem categoria

Please Login to Comment.