Salários da TAP absorvem 72% dos gastos com lay-off de todas as empresas no primeiro semestre

Com a operação limitada pela pandemia e a reestruturação, TAP espera ansiosamente pela aprovação do plano. Transportadora recebeu €13 milhões da Segurança Social entre Março de Junho, mais de 70% do montante pago no primeiro semestre pelo Estado a todas as empresas que recorreram ao lay-off clássico e que ascendeu neste período a 18 milhões de euros. A TAP ainda é um porta-aviões em termos de trabalhadores e é uma das maiores empregadoras do país. Apesar dos cortes impostos na sequência do plano de reestruturação, em Setembro a TAP tinha quase 6770 trabalhadores. Os €3,250 milhões ficam a uma distância abissal face ao que foi pago, em média, por empresa pela SS nos primeiros seis meses do ano, €43,8 mil, segundo dados disponibilizados ao Expresso pelo Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social (MTSSS).

CategoriasSem categoria

Please Login to Comment.